O POPULAR ES
destaque

Rio Bananal: Monitora escolar e motorista são xingados por adolescente que se recusou usar a máscara

O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (22) em frente a Escola Novo Saber no Bairro São Sebastião próximo a prefeitura de Rio Bananal. Segundo informações ao ser questionado por uma monitora escolar sobre o uso da máscara, um adolescente entre 14 e 15 anos se recusou a usar a máscara de proteção e começou a xingar e insultar a monitora e o motorista do coletivo. Diante dos faltos a monitora fez contato com a Polícia Militar através do 190 e tentou contato com o Conselho Tutelar de Rio Bananal, mas não obteve respostas.

Segundo informações algumas professoras e o segurança da escola presenciaram toda a cena, mas nada fizeram para ajudar a monitora e o motorista a conter a fúria do adolescente.

''Nessa manhã fui exigir para que o aluno usasse a máscara de proteção, ele começou a me xingar de tudo quanto é nome, eu o meu motorista que já é idoso. A gente não tem uma secretária de transporte, a gente não tem uma polícia, a gente não tem um conselho tutelar, gente não tem nada, não temos ninguém para nos socorrer nesses casos. Enquanto o aluno xingava eu e o motorista, havia umas professoras do Novo Saber que estava fumando em frente da escola rindo da situação, o segurança também viu toda situação mas não fez nada. Tentamos ligar para Conselho Tutelar, eles recusam a ligação, ligamos para polícia cinco vezes, a polícia até que passou lá mas também não pararam para vê o que de fato estava acontecendo. Ficamos mais de uma hora parado com os alunos dentro do ônibus em frente ao Novo Saber a espera da PM, e esse aluno xingando a gente de tudo quanto é nome, o motorista começou a passar mal, a polícia passava lá na frente mas não parava. A gente não pode exigir uma máscara de um aluno que a gente ameaçada de morte dentro do ônibus, a gente não tem a quem recorrer porque ninguém ajuda a gente. A PM entrou em contato comigo somente às 09:12 falando que estava em frente a escola, mas nesse horário eu já estava em casa, pois ficamos uma hora esperando e ninguém apareceu.'' Disse a monitora vítima dos xingamentos do aluno.

Nossa redação entrou em contato com o 12º Batalhão da Polícia Militar do ES para saber se de fato o chamado foi encaminhado para guarnição de plantão em Rio Bananal, e o setor de comunicação nos informou que sim, que a viatura estava no local por volta das 9h para o registro da ocorrência.

Em contato com o Conselho Tutelar de Rio Bananal nos foi informado que não tinha nenhum registro de ligação para o conselho naquele horário, e que só tomou ciência do caso após a Polícia Militar registrar a ocorrência por volta das 9h e acionar o Conselho Tutelar. Segue á nota enviada para nossa redação:

NOTA DE ESCLARECIMENTO 

O Conselho Tutelar de Rio Bananal vem, por meio do seu colegiado, refutar uma denúncia realizada ao Jornal O POPULAR, por parte de uma monitora de ônibus escolar.

 A denunciante alegou que no dia 22 (vinte e dois) do mês de Março de 2022 (dois mil e vinte e dois) ligou por diversas vezes para o numero do Conselho Tutelar e as Conselheiras recusavam as ligações. 

No entanto, tais ligações não foram realizadas para o numero do Conselho Tutelar. Notificada para comparecer a Sede do Conselho Tutelar, a monitora escolar relata que ligou para o numero 3265-2901, encontrado em um site de pesquisa, PORÉM, esse numero não é do Conselho Tutelar de Rio Bananal, o numero correto é 27- 3265-1608 ou também o numero do celular de plantão, 27- 98176-7348.

O Colegiado do Conselho Tutelar informa que recebeu a denuncia do ocorrido pelos policiais militares e que de prontidão tomou as devidas providencias em relação ao ocorrido. 

Toda a ação deste Conselho Tutelar ocorreu com a importância este serviço estabelece e com a seriedade que sempre atua quando surgem casos desta natureza, na apuração de fatos envolvendo as crianças, adolescentes e instituições de atendimentos e garantia de direitos dos mesmos, em hipótese alguma favorecendo ou prejudicando a qualquer parte envolvida. 

Ademais, colocamo-nos a disposição para o que se fizer necessário.

Aproveitamos o ensejo para renovar nossos protestos de elevada estima e distinta admiração.

Rio Bananal – ES 23 de  Março de 2022.


Já a Escola Novo Saber, através de um funcionário que não quis se identificar, relatou par ao Jornal O Popular ES que o caso ocorreu dentro do ônibus escolar. Já em relação aos professores, elas não tem obrigação de resolver situações antes de seu horário e fora do ambiente escolar. Informou ainda que todas as entidades já deram assistência ao adolescente e tomaram as medidas disciplinares adequadas. 


Imagem meramente ilustrativa.