O POPULAR ES
geral

Pedro Artur assume gestão do Forte e Rio Bananal volta a ter um clube profissional

Em janeiro de 2011, o Rio Bananal anunciava oficialmente que não iria disputar o Campeonato Capixaba. Como a tabela havia sido publicada, o clube foi punido e afastado das competições oficiais por dois anos. Desde então, nunca mais voltou ao futebol profissional. Dez anos depois, a cidade do Norte do Espírito Santo vai voltar a ter uma equipe disputando os torneios locais. Nesta quarta-feira, o gestor Pedro Artur confirmou que o Forte Rio Bananal vai jogar a Série B do Campeonato Capixaba 2021. A nova equipe do futebol capixaba não é tão nova assim. "Forte" é o nome fantasia que o dirigente vai passar a adotar para o "Sociedade Esportiva e Recreativa Castelense", clube-empresa fundado em 2006, que disputou a Série B em 2010. O Pedro Artur revelou que fez um acordo com Pedro Sabonete, dono do Castelense, para assumir o controle do time pelos próximos quatro anos. Apesar de ter sido fundado em Castelo, no Sul do Estado, o Forte vai iniciar as suas atividades no 14 de junho em Rio Bananal. A opção pela cidade foi o resultado de uma parceria com a Secretaria de Esportes do município do Norte. - Tínhamos cinco propostas, mas o projeto do secretário Vandir Nunes foi irrecusável. Além disso, já trabalhamos juntos no São Mateus em 2008 e 2009. Agora vou tentar buscar meu quarto acesso e o tricampeonato como gestor - declarou Pedro Artur. Ainda de acordo com informações do dirigente, o Forte vai mandar as suas partidas no Estádio Municipal Virgílio Grassi, casa do antigo Rio Bananal, clube que foi vice-campeão das séries A e B do Capixaba e já contou com jogadores nacionalmente conhecidos como o zagueiro Odvan (ex-Vasco) e o atacante Kieza, que hoje defende o Náutico. A oficialização da participação do Forte na Série B do Campeonato Capixaba 2021 deve acontecer nesta quinta-feira, quando será realizada uma reunião dos clubes e da Federação de Futebol (FES). Giuliano Pariz será o treinador do Forte Muito antes do início previsto das atividades, o Forte já tem um treinador. Giuliano Pariz, que estava no São Mateus na reta final da primeira fase do Campeonato Capixaba, vai assumir o time de Rio Bananal, segundo Pedro Artur. Pariz, que teve passagens marcantes por Rio Branco-ES, Conilon e Jaguaré, dirigiu o Pitbull do Norte nos últimos três jogos e não perdeu. Vitória contra o líder Rio Branco VN e empates contra Desportiva e Vitória. Apesar dos bons resultados, o Sama acabou sendo rebaixado. Além de Giuliano, o supervisor Rithielly Bessa também trocou o São Mateus pelo Forte. Fonte: Site de Linhares